//
you're reading...
Sinal Aberto

Sinal Aberto #3 – “The Voice Portugal”: Uma Lufada de Ar Fresco


O especial Sinal Aberto desta semana dedica-se à estreia do The Voice Portugal que aconteceu este domingo com resultados que dispararam as audiências da RTP. Num momento em que a três estações privadas lutam afincadamente pelo horário nobre de domingo, o primeiro canal decide lançar um dos formatos de maior sucesso em todo o mundo. Um processo que parece ter sido muito ponderado pela direção da estação pública. Os tempos que correm na indústria televisiva assim o exigem.

TVP - Logo

Fonte: rtp.pt
The Voice Portugal estreou este domingo entre os mais vistos

A RTP já conhece o formato. Em 2011, A Voz de Portugal, não convenceu a crítica mantendo-se na cauda do horário. Era transmitido ao sábado também com apresentação de Catarina Furtado. Agora, The Voice Portugal, exatamente nos mesmos moldes, reúne nomes conhecidos da música atual como jurados e chega numa altura em que é necessário algum ar fresco no segmento. Apesar da TVI estar pronta para lançar Rising Star, também um talent-show, a verdade é que tem colocado no ar sempre mais do mesmo. A Tua Cara Não Me É Estranha, que tem já edições para tudo e mais alguma coisa; e Casa dos Segredos ou Big Brother que lançam polémicas e sobem os lucros das revistas cor-de-rosa. A SIC tem sido mais cautelosa ainda assim o seu entretenimento não tem sido capaz de chamar público. Vale Tudo, que no início chegou até a fazer sucesso, Splash!, Factor X e agora novamente Vale Tudo. Dois formatos novos e uma repetição, na esperança se chegar ao primeiro lugar. Factor X tinha tudo para dar certo mas uma produção fraca lançou-o para fora da lista dos mais aclamados.

Eis que surge, como que numa lufada de ar fresco para a RTP, The Voice Portugal. No estrangeiro já provou que lança sucessos e aqui, na primeira emissão, já valeu milhões ao primeiro canal. O primeiro programa nas provas cegas mostrou uma boa qualidade de produção. Os concorrentes também fazem o programa e o seu talento foi indiscutível dando provas de que em Portugal há muito por descobrir. Catarina Furtado teve uma grande participação, embora modesta, e deixou, uma vez mais, bem clara a sua grande capacidade comunicativa. Uma forma única de olhar a câmara e tratar com respeito o telespetador.

TVP - Prova Cega

Fonte: rtp.pt
A Prova Cega é a mais famosa do programa da RTP

Bem sabemos que depois dos bons resultados iniciais, alguns formatos regressam à baixa nos números. Assim aconteceu com Factor X e com Vale Tudo, da SIC. Resta-nos esperar para saber se a aposta da RTP terá o mesmo destino. Se os diretos forem bem trabalhados e a produção por trás das atuações valiosa, tem tudo para dar certo. Da minha parte, recebem aplausos pela determinação em apostar no mesmo projeto. A apresentação ficou bem entregue e é inteligente a ideia de juntar caras jovens bem conhecidas e acarinhadas pelo público à experiência de Catarina Furtado. O querer agarrar a audiência mais jovem torna-se assim mais fácil. É esse um dos trunfos da estação pública, está visto!

A informação de que ficou entre os cinco programas mais vistos deste domingo deixa-me, confesso, entusiasmado e com vontade de saber qual o seu desempenho no próximo fim-de-semana. A concorrência que se cuide porque, pelo menos por agora, o The Voice está para ficar e dar luta.

O resultado obtido pelo programa mostra a necessidade do público querer ver coisas novas em televisão. Apesar de não fugir à oferta dos últimos anos, é um programa internacional e a expectativa quanto ao seu desenrolar cá dentro é grande. O telespetador quer ver diferença e só a consegue encontrar com maior frequência no Cabo. A televisão está a mudar – é um facto, mas é preciso ouvir e ver as evidências. The Voice tem uma produção arrojada e com capacidade para chamar a atenção e é isso que estimula quem tem o comando na mão. Veremos no que dá. Para já… soube bem este ar fresco!

Discussion

3 thoughts on “Sinal Aberto #3 – “The Voice Portugal”: Uma Lufada de Ar Fresco

  1. Não vi a estreia na semana passada, mas vi esta semana e fiquei impressionado pela positiva.

    Lembro-me que já tinham tentado o formato em Portugal há uns tempos atrás e na altura foi um flop.

    Possivelmente graças ao momentum que o concurso está a ter nos EUA, onde já destronou o American Idol, devem ter resolvido dar uma nova oportunidade e ainda bem.
    No marasmo dos serões de Domingo à noite (detesto o “Vale Tudo” na SIC, já não há pachorra para as criancinha e os jurados d’ “A Tua Cara Não Me É Estranha” e, estando a família toda reunida, ir para o Cabo não apetece tanto), este “The Voice” foi uma lufada de ar fresco, como escreveste.
    Apesar de não ser grande fã do Palmeirim e de achar que a Catarina Furtado esteve um bocado desaparecida em acção, o talento dos concorrentes, o formato da audição às cegas e os 4 jurados fizeram-me passar mais de uma horinha em frente à televisão que passou a voar.

    Faço intenções de voltar a ver, sem dúvida😉

    Posted by Igor Ramos | April 7, 2014, 1:52 AM
  2. Deixamos aqui uma entrevista que fizemos a Inês Lucas do the voice para quem quiser ver😉

    http://www.versusconcept.com/pt/blog/noticias/entrevista-ines-lucas-do-the-voice-portugal

    Posted by Versus | July 27, 2014, 6:19 PM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

April 2014
S M T W T F S
« Mar   May »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
%d bloggers like this: