//
you're reading...
Análise de Episódios, Warehouse 13

Sobre Warehouse 13 4×06 – Fractures


O medo, a solidão e a frieza de coração são os piores sentimentos que algum de nós pode sentir durante toda a sua existência. Não é por nada que nós, humanos, não somos ilhas. Não é por acaso que temos relacionamentos com outras pessoas. Precisamos dos outros para crescer pessoal e profissionalmente apesar de não dependermos directamente deles.

Recordando aquilo que se passou no episódio 8 da primeira temporada, Myka vê-se aprisionada no espelho de Lewis Carroll, conhecido por ter escrito Alice no País das Maravilhas, enquanto que a Alice que nós nunca conhecemos nem vimos – a do tipo assassina – possui o corpo de Myka com o único objectivo de destruir a prisão que lhe tomou toda a sua vida.

Se o leitor bem se recorda, o espelho encontrava-se no Dark Vault, uma espécie de mini-armazém onde, sob a luz que inibe a acção dos artefactos, se encontram todos aqueles objectos que são bastante nocivos e só trazem desgraça não só àquele que usa mas a todos o que o rodeiam. Mas, como já nos foi garantido, nem a máxima barreira impede a Irmandade de desfazer todo o trabalho de vida de Artie de tal forma que nem o espelho, aprisionado neste cofre, conseguiu fugir às mãos da Irmandade deixando, esta, no seu lugar uma pedra de (preciosa?) cor rôxa cujo significado ainda permanece um mistério.

E, se na primeira temporada, tínhamos uma Alice que queria destruir a prisão então, 3 anos depois, Alice só quer matar aquele que a aprisonou: Artie. Aproveitando que estava fora do armazém, uma simples rapariga é levada a libertar Alice e esta, concluindo a missão de há 3 anos atrás, destrói o espelho e, possivelmente, a única maneira de a aprisionar.

De pessoa em pessoa, Alice chega a estar suficientemente perto de Artie para o matar quando possui Claudia. No momento em que, aparentemente, o sonho se iria concretizar, Jinks salta para a frente de Artie e usa a sua ligação com Claudia para neutralizar o fantasma de uma menina amargurada e cheia de medos.

Despertando os sentimentos de solidão e de medo em Myka, à medida que o caso ia sendo resolvido, o roubo do espelho parece ter piorado a paranoia de Artie levando-o, quase, a um extremo de loucura como podemos ver na excelente cena no Dark Vault. E Leena, que havia já suspeitado de que algo se passava, vê, agora, as suas suspeitas confirmadas. Será que ela viu o Astrolábio? Será que ela ligará este pressentimento de que nada está bem com a trança cinzenta de Mrs. Frederic? Ou será que vai confrontar Artie? Revelará ele, para todos, aquilo que fez?

Com um regresso marcado, apenas, para dia 10 de Setembro e, apenas, a quatro episódios do fim desta primeira parte, “Warehouse 13” volta a adensar a história com um caso há muito resolvido (ou pelo menos assim parecia). Apesar de ser um episódio muito consistente e de evoluir, um pouco mais, o grande arco da temporada, não escondo o medo de a série querer voltar a mexer em casos há já muito resolvidos devido aos roubos de artefactos realizados pela Irmandade.

About Jorge Pontes

Viajar é nascer e morrer a todo o instante, até porque é fácil apagar as pegadas. Difícil, porém, é caminhar sem pisar o chão.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

October 2012
S M T W T F S
« Sep   Nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
%d bloggers like this: