//
you're reading...
Being Erica, Espelhos

Being Erica #12


“Being Erica” terminou no ano passado completando um ciclo. Erica foi ajudada e prometeu, a partir daquele momento, ajudar quando estivesse preparada. E, tal como ela, todos temos vários ciclos, muitos deles importantes, outros tantos não tão importantes que nos ajudam, de certa forma, a avançar com esta nossa vida tão cheia de injustiças.

Lá dizia uma amiga minha que a vida tem momentos em que parece que se esquece de nós mas tem outros em que nos dá tudo. E lá dizia uma pessoa muito especial que cada um tem aquilo que merece e que o karma (leia-se destino) encarregar-se-á de, a seu tempo, punir aqueles que não foram, de todo, afáveis ou não tiveram a atitude correcta para connosco em certo momento da nossa existência.

De facto, a cada acção corresponde uma igual reacção e, com esta última, fecha-se um ciclo que nós, inadvertidamente, abrimos sem pensar sequer nas consequências. E, por vezes, a paga é bem mais “cara” do que aquilo que pensávamos até ao ponto de nos “destruir” tanto social como psicologicamente. Chegamo-nos a perguntar, muitas vezes, se merecemos tal paga. Mas esquecemo-nos muitas vezes daquilo que fizemos, do que dissemos, de quem afectamos.

Fecha-se um ciclo, muitas vezes, da pior maneira. E quando pensamos que, de tudo aquilo que nós já fizemos, não teremos remédio ou, simplesmente, que o destino procura deixar-nos completamente de rastos, surge-nos alguém na nossa vida tão importante como sol que nasce, todos os dias, no horizonte e alegramo-nos de tal raro presente que a vida nos deu. E quando tudo parece estar desalinhado, de alguma forma, não está e o apoio que muitas vezes buscámos e não encontrámos, está, agora, ao nosso lado para o que der e vier.

Por vezes, fecha-se um ciclo da pior maneira. Mas, em outros momentos, o ciclo parece querer recompensar tudo aquilo que já defendemos, todos aqueles que já fizemos sorrir e todos aqueles que já ajudámos com uma simples palavra de conforto. Sinto-me um sortudo e não encontro maneira mais simples de o expressar a não ser acordar a sorrir, todos os dias, porque sei o que é ser feliz. Sou-o, brilho e ouso dizer que quero sentir tudo isto por um grande e longo tempo porque, no fim de tudo, quero que este ciclo nunca finde e me dê tudo aquilo a que tenho direito porque, apesar de muitas vezes pensar que não mereço, o destino deu-me algo bonito para trabalhar. E é aqui que tudo começa.

About Jorge Pontes

Viajar é nascer e morrer a todo o instante, até porque é fácil apagar as pegadas. Difícil, porém, é caminhar sem pisar o chão.

Discussion

2 thoughts on “Being Erica #12

  1. Ter um objetivo por si só, pode não surtir o efeito desejado. Deverá tentar esclarecer-se do que é necessário para conseguir realizar os objectivos a que se propõe. Um dos principais motivos para alguns de nós ficarmos pelo caminho ou vermos a nossa vontade paralisada para realizar algo, deve-se ao facto de não construirmos um plano para alcançar os objetivos desejados. Por vezes não sabemos o próximo passo a ser dado, movimentamo-nos ao acaso, não tendo uma noção correta para onde nos dirigimos ou se nos estamos a afastar daquilo que queremos. Quando você se propõe a confeccionar um bolo, certamente terá muito mais sucesso se seguir as instruções claras e específicas da receita, do que jogar ingredientes aleatoriamente para dentro da taça.

    Posted by gold price | June 13, 2012, 7:53 AM
    • Os novos bolos, muitas vezes melhores, não surgiram porque se segue sempre a receita. Pelo contrário é nesse jogar de ingredientes aleatórios que se obtêm as melhores surpresas. É assim que surge um novo ciclo, com altos e baixos, mas o essencial é saber tirar o melhor partido de tudo, do bom, do mau, aprendendo com isso e seguindo o futuro.
      Nem sempre aquilo que traçamos para nós como objectivo será cumprido, mas serve de motivação, sem sobra de dúvida.

      Posted by Catarina Almeida | June 16, 2012, 12:37 PM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

June 2012
S M T W T F S
« May   Jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
%d bloggers like this: