//
you're reading...
Azimute

Planeta Vivo #2 – Pedigree Dogs Exposed


Um dia, Julia Allen Field disse que “Não podemos ver a beleza natural de um animal enjaulado, mas sim a sombra de uma beleza perdida”, contudo a procura pelo o animal ideal está a originar graves problemas de saúde nos cães de raça pura. Deste modo, o Azimute leva-o a conhecer esta realidade medonha através do documentário “Pedigree Dogs Exposed” (Segredos do Pedigree, em português) do programa Animal Planet da Discovery Channel.

“Pedigree Dogs Exposed” é um documentário inédito, baseado em factos recolhidos durante 2 anos, que leva-nos a conhecer o mundo dos animais de raça, revelando a gravidade das patologias que os afectam.

No início, o cão tinha funções práticas como caça, protecção e vigilância, sendo que nessa altura só os animais que fizessem um bom trabalho teriam filhotes, tendo levado à  evolução que permitiu chegar às raças modernas.

Em meados do século XIX tudo isto mudou visto que a classe média tinha tempo e dinheiro nas mãos e os cães viraram motivo de encontros e criação de raças. Nasceu, portanto, um hobbie na sociedade. Tendo, com isto, mudado a visão sobre cães, onde as suas funções primordiais foram esquecidas para dar lugar aos estatutos de beleza.

“Uma beleza que está longe de estar relacionada com a saúde e bem-estar animal.”

Apesar de ser um tema conhecido pela população em geral, este problema, que, no fundo, é um afronto à saúde animal, continua a ser ignorado e desvalorizado pela maioria dos criadores.

Tudo isto gira à volta de problemas genéticos que tendem a aumentar de forma assustadora e que são causados pela constante prática de cruzamentos consanguíneos (entre animais aparentados) e pelos concursos de beleza onde nem sempre o bonito é saudável.

O caso do pastor alemão é um dos exemplos de como os concursos de beleza promovem a criação de animais doentes, uma vez que o estatuto de beleza desta raça classifica que o cão ideal é aquele que apresenta os quadris posteriores pequenos, alterando a forma de andar do animal. Foi solicitada a opinião de um Médico Veterinário sobre este caso, revelando o diagnóstico por ele realizado que  o animal sofria de ataxia, falta de coordenação e controlo nos seus movimentos. Como o telespectador deve imaginar, estes animais, que são considerados os mais belos, são também o oposto daqueles utilizados para missões policiais uma vez que estão incapacitados para momentos de esforço físico onde o animal tem, por exemplo, de correr.

Contudo, o mais surpreendente, é o facto de Terry Hannan, juiz de concurso, afirmar que os pastores alemães saudáveis, utilizados pela polícia são a versão errada da raça uma vez que estes não apresentam uma anatomia perfeita, sendo que os cães utilizados em concursos de beleza são melhor estruturados porque seguem o escalão da raça. Este é, de facto, um momento do documentário que me revoltou profundamente pois acho incrível haver pessoas que amam os animais mas que continuam a dar origem a seres com características correspondentes ao padrão da raça quando este é algo definido pelos Humanos e não algo normal e saudável para a espécie.

O motivo destes concursos é, então, exibir os animais que seguem as características do livro “Kennel Club’s Breed Standards” onde se encontram as regras de como deverá ser o tamanho, forma e cor de toda a raça reconhecida.

Associado a isto, chegamos ao ponto de já existir listas de patologias para determinada raça, como por exemplo:

  1. Os Labradores sofrem de problemas nas juntas e olhos;
  2. O Springer Spaniel têm uma deficiência enzimática que apenas se encontra neste raça;
  3. Os Golden Retrievers têm uma enorme predisposição para desenvolverem neoplasias;
  4. O West Highland White Terrier sofre de inumeras alergias;
  5. O Boxer sofre de uma grande incidência de doenças cardíacas e neoplasias, principalmente cerebrais.

Sendo que actualmente existem 500 doenças genéticas em cães, menos que as registadas no Homem. Os cães são, pois, afectados com maior facilidade dado que a cosanguinidade, como referi antes, é feita com bastante frequência.

Num outro momento, surge-nos o caso de um Boxer que tem convulsões, uma vez por mês, pois sofre de epilepsia. Contudo, apesar de não haver dados oficiais de quantos Boxers apresentam este diagnóstico, o certo é que, nalgumas raças, a sua incidência é 20 vezes superior à registada em humanos.

O caso do Cão da Rodésia é um outro exemplo de como a beleza animal está longe de ser a mais saudável, uma vez que há décadas que se sabe que a crista do Cão da Rodésia é uma característica que tem, associada a si, graves fissuras na coluna do animal.  Contudo, esta é sagrada no louvado livro “Kennel Club’s Breed Standards” e definida como característica da raça, ou seja, para que um cão desta raça seja considerado puro deve ter algo que para além de satisfazer o gosto dos humanos, pode,ainda, vir a causar-lhe graves problemas de saúde.

A agravar esta situação, ainda existe o facto da crista do Cão da Rodésia ser recessiva, isto é, na natureza os animais com esta característica tendem a desaparecer uma vez que a natureza procura dar aos seus seres vivos qualidade de vida.

Não deveria ser esse também o nosso objectivo?

Apenas um em cada 20 destes cães nasce com esta crista. Qual será então o destino daqueles que não a possuem? Em resposta à questão… os cães que nascem saudáveis e que na natureza seriam os dominantes, são aqueles que são abatidos pelos criadores, por não terem a característica que os torna “bonitos”.

Sendo “Pedigree Dogs Exposed” um documentário que promete mudar o nosso olhar sob a temática “o cão ideal”, recomendo a sua visualização a todos os leitores para que possam desenvolver a sua própria opinião e, talvez, até participarem nesta luta por uma melhor qualidade de vida  para os nossos animais.

About Vanda Baltazar

"Rehabilitar es asumir un ser vivo un contexto mas amplio"

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

May 2012
S M T W T F S
« Apr   Jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
%d bloggers like this: