//
you're reading...
Being Erica, Séries num Minuto

Being Erica T3 [Bloco #1]


Neste primeiro bloco, analiso os três primeiros episódios da nova temporada da série da CBC, canal canadiano.

Bom, “Being Erica”, como vos disse no artigo anterior, tem aquele carácter mágico que nos coloca a pensar sobre a nossa condição enquanto humanos e enquanto pessoas que somos. Somos, portanto, vulneráveis a factores externos que nos moldam tanto fisica como psicologicamente.

Erica Strange chegou a uma nova fase da sua terapia. Tivémos duas temporadas nas quais fomos viajando pelos seus arrependimentos e as mais variadas reflexões sobre os seus erros que, vendo bem, chegam a ser os nossos problemas. Erica passa, portanto, por uma personagem-tipo, aquela personagem que englba um grupo específico de pessoas.

É-lhe dada uma escolha: seleccionar uma porta, de entre muitas… Aquela porta que lhe trazia mais confiança, aquela que lhe chamava com mais força. Assim que passou por ela, entrou na segunda fase da sua terapia: o grupo.

Ora, o grupo ajudou-a a passar pela problemática do Ethan que havia sido deixada mal resolvida na temporada passada e a passar pelo mau bocado que nos é mostrado no terceiro episódio: o ser superior.

A meu ver, o terceiro episódio (até à data, último transmitido) foi um dos melhores da série porque puxou bastante pelo nosso “eu” interior e pela nossa condição enquanto pessoas. Ser-se maduro e superior às situações mais ofensivas é das tarefas mais complicadas que nós enfrentamos mas é essa a única forma de crescermos e dar importância àquilo que, realmente, nos deixa felizes.

Este primeiro bloco de 3 episódios: (3.01) – The Rabbit Hole, (3.02) – Moving On Up, (3.03) – Two Wrongs deu o mote à temporada actual e deixou, bastante claro, aquilo em que se irá focar. Tal como Erica, crescendo a cada episódio, o humano cresce a cada dia que passa.

E acorda todos os dias a pensar que tudo não foi um desperdício.

About Jorge Pontes

Viajar é nascer e morrer a todo o instante, até porque é fácil apagar as pegadas. Difícil, porém, é caminhar sem pisar o chão.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

October 2010
S M T W T F S
    Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
%d bloggers like this: