//
you're reading...
Breaking Bad, Covert Affairs, Factos Audimétricos, Haven, Rizzoli & Isles, Suits, True Blood, Warehouse 13, White Collar

Factos Audimétricos #5


O Verão é, talvez e para mim, uma das melhores épocas no que toca a séries. Por um lado, não tenho uma lista enorme para ver e por outro, algumas das histórias conseguem ser tão leves e descontraídas que todo aquele suspense e todo aquele pulsar pesado de outras histórias fica para trás e posso apreciar, dignamente, tudo o que a série tem para me oferecer. E, fora os generalistas com a sua programação carregada de repetições, esta época do ano torna-se propícia para descobrir os canais por Cabo que, por vezes e durante o resto do ano, ficam muito apagados muito por causa dos generalistas.

Bem-vindos, por isso, à quinta edição do Factos totalmente dedicado ao Verão.

Não são muitas as séries que acompanho mas das que consigo apontar os resultados noto, a cada semana que passa, algumas surpresas.

“White Collar” que vai já na sua terceira temporada, não tem desapontado e todos os resultados até agora, algo inferiores ao Verão passado mas constantes, tem alegrado os meus olhos porque, de facto, a série evoluiu para um outro patamar mais complexo e nem todos os espectadores gostam disso.

“Covert Affairs” sofreu, igualmente, uma queda face ao ano de estreia. Abaixo da fasquia dos 5 milhões, “Covert Affairs” teve um aumento substancial de qualidade e tornou-se, actualmente, uma série de casos dignos da Inteligência Americana e que puxam o espectador a ficar até ao fim o que prova que, deixando um pouco a mitologia da série (que é pouca) de parte porque não é saudável mexer nela quando pouco se sabe o que se há de fazer com ela, conseguem-se produzir episódios bastante sólidos e regulares que não desapontam.

“Warehouse 13″ e “Haven” que, face ao Verão anterior, mantiveram os seus regulares num patar bem próximo da média, 2.4 e 1.9 milhões, respectivamente, tiveram, como C.A., um upgrade no que toca à qualidade das suas histórias e, claramente, esse factor é fulcral quando falamos das necessidades televisivas dos espectadores.

No TNT, “Rizzoli & Isles” e “Falling Skies” são as que se destacam a nível de números. A primeira porque continua a trazer ao canal 6.2 milhões de espectadores todas as segundas, tal como fazia na temporada passada e, claro, não podemos esquecer a dinâmica da dupla que para além das alegrias em momentos oportunos traz-nos eficiência na resolução dos casos. Já a segunda, que sofreu uma quebra de quase 2 milhões de espectadores do piloto para o episódio 3, é a que mais baixos resultados tem no canal, neste Verão. Com uma renovação já na mala, “Falling Skies” tem estado bastante regular ao longo de toda a sua transmissão e não espero qualquer mudança brusca nos seus resultados.

Falando dos fenómenos de Verão, “Breaking Bad” e “True Blood”, a primeira, no seu domingo de estreia, deu ao canal razão para sorrir, 2.5 milhões. “True Blood” que tal como “Covert Affairs”, “Haven” e “Warehouse 13″ sofreu um upgrade na sua história depois de uma temporada, a nível de valores, muito interessante e regular, também se encontra no pódio das mais vistas ao domingo com uns interessantes 5 milhões de espectadores desde o seu dia de estreia.

Finalmente e deixando o melhor para o fim, Suits, a nova série legal do USA, não tem desapontado, claramente. Com uma média de, aproximadamente, 4.2 milhões de espectadores até agora, “Suits” consegue deixar agarrados muitos dos espectadores que anteriormente estavam com “Burn Notice” e esta fórmula só respira uma palavra: sucesso.

O Verão é, pois, uma época bastante interessante. Não só temos novas histórias na mesa bem como personagens que nos cativam e nos deixam satisfeitos até a grande massa chegar no Outono. Até ao fim de Agosto, creio que ainda vamos ter algumas surpresas no que toca aos números das séries que agora vos falei. E na vossa opinião, que acham destes resultados? São desapontantes?

Na próxima edição estaremos, pois, muito perto da Fall e como até lá, muitas das que vos falei se despedem, já poderemos inferir muitas mais coisas sobre o seu futuro. Querem ficar desse lado e fazer previsões? Eu cá estarei atento àquilo que vocês comentarem! Boas férias!

About these ads

About Jorge Pontes

Viajar é nascer e morrer a todo o instante, até porque é fácil apagar as pegadas. Difícil, porém, é caminhar sem pisar o chão.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Biblioteca

Calendário

July 2011
S M T W T F S
« Jun   Aug »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
%d bloggers like this: